Notícias

Autores japoneses na Ateliê Editorial

Aproveite a promoção de fim de ano da Ateliê Editorial, na compra de três ou mais livros do catálogo você recebe 30% de desconto no valor total. Venha conhecer o catálogo e aproveite. Livros são os melhores presentes. O desconto será aplicado diretamente no carrinho sobre o valor total do pedido (válido para os livros do catálogo, exceto promoções, ofertas e outlet). Acesse www.atelie.com.br.

Isolados em um Território em Guerra na América do Sul

A obra relata as histórias de vida da imigração japonesa no Brasil, sendo um retrato memorial da repressão dos imigrantes japoneses e seus descendentes durante a Segunda Guerra Mundial. O autor não se limita a descrever as experiências pessoais, que também fora perseguido e preso na época. Isolados em um Território em Guerra na América do Sul é uma leitura importante de vozes que foram silenciadas e aprisionadas durante um período terrível da história do século XX. A obra consolida o primordial texto narrativo de Kishimoto, cujos relatos trazem para o público protagonistas e memórias profundas nipo-brasileiras.

Sôbô – Uma Saga da Imigração Japonesa (2a. ed.)

Em 1930, Ishikawa se inscreveu no programa de imigração para o Brasil. Fez um acordo com a revista em que trabalhava e comprometeu-se a produzir artigos sobre a viagem. Chocado com a miséria dos imigrantes, decidiu escrever um romance. O cotidiano dos japoneses pobres foi pouco explorado pela literatura – mais interessada na vida da classe média urbana. Sobô descreve a longa viagem até o Brasil, a chegada ao porto de Santos e a distribuição dos trabalhadores pelas fazendas de café.

Trajetória em Noite Escura

Misto de narrativa autobiográfica, confessional e de formação, Trajetória em Noite Escura é um dos resultados mais interessantes da experiência naturalista japonesa. Nele, o processo de modernização e ocidentalização da sociedade japonesa aparece geralmente como pano de fundo. Tokitô Kensaku, personagem principal, vive em conflito consigo mesmo e com o mundo que o rodeia: ou ele pertence à velha guarda e não aceita os novos costumes que se impõem, ou tem espírito inovador mas sente dificuldade de encontrar-se no limiar entre o velho e o novo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *