Notícias

No catálogo da Ateliê Editorial: ‘Memórias Póstumas de Brás Cubas’, de Machado de Assis

Após a morte, Brás Cubas decide contar a estória de seus amores e sua classe. Apesar desse mote fantasioso, o primeiro grande livro de Machado de Assis é um retrato realista do Segundo Reinado brasileiro. De maneira crítica e bem-humorada, o defunto conversa com o leitor para narrar casos de adultério e tramas políticas da elite do período. Além de um ensaio estimulante sobre o texto machadiano, o professor Antônio Medina Rodrigues preparou mais de 500 notas que explicam a obra e seu contexto.

As edições da Coleção Clássicos Ateliê, publicadas pela editora, são ilustradas e se propõem a revisitar os cânones da literatura de língua portuguesa, adicionando comentários de críticos especializados com textos introdutórios e notas. Conheça a coleção completa dos Clássicos Ateliê.

Joaquim Maria Machado de Assis (1839-1908) começou como aprendiz de tipógrafo na Imprensa Nacional, logo se tornou colaborador do Correio MercantilDiário do Rio de JaneiroSemana Ilustrada e Jornal das Famílias (em 1858). Mais tarde também escreveu para a Gazeta de Notícias, Revista Brasileira O Globo. Foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras, na qual ocupou a cadeira n. 23. Sua literatura se divide em duas fases, sendo a primeira romântica e a segunda realista, na qual publicou obras mundialmente conhecidas e que o tornaram a maior figura da literatura brasileira. A Ateliê Editorial publicou suas obras: Várias HistóriasQuincas BorbaMemórias Póstumas de Brás Cubas, Dom Casmurro Esaú e Jacó.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *