Notícias

Plinio Martins Filho vence o Prêmio Rubén Bonifaz Nuño, no México, por sua carreira de mais de meio século no ramo editorial brasileiro

Plinio Martins Filho

O professor e editor Plinio Martins Filho venceu o Prêmio Rubén Bonifaz Nuño, promovido pelo Instituto de Investigaciones Filológicas, do México. O prêmio, concedido desde 2017, leva o nome do professor, poeta e editor Rubén Bonifaz Nuño (1923-2013). Já receberam esta distinção, que consiste em uma medalha de prata e diploma, Flávia Goulart Mota García Rosa (Brasil, 2017), Sayri Karp Mitastein (México, 2018), Juan Felipe Córdoba Restrepo (Colômbia, 2019) e Joaquín Díez-Canedo Flores (México, 2022).

Para o júri – formado por Robert Devens, diretor da The University of Texas Press (EUA); Luis Quevedo, gerente geral da Editora Universitária de Buenos Aires (Argentina); María Isabel Cabrera García, diretora editorial da Universidade de Granada e presidente do Sindicato das Editoras Universitárias Espanholas (Espanha); Sayri Karp Mitastein, diretora da Associação de Editoras Universitárias da América Latina e Caribe e da Editora da Universidade de Guadalajara (México); e Karina Batthyány, diretora executiva do Conselho Latino-Americano de Ciências Sociais (Argentina) – o prêmio concedido a Plinio Martins Filho tem como relevância a sua carreira editorial no meio universitário, suas contribuições à editoração brasileira, a qualidade do seu trabalho com o livro e o seu reconhecimento nesse meio literário por mais de 50 anos. 

O prêmio será entregue no dia 29 de agosto, durante a Feria Internacional del Libro de las Universitarias y los Universitarios, que acontecerá de 29 de agosto a 3 de setembro, no Centro de Convenciones y Congresos de la Universidad Nacional Autónoma de México, na Cidade do México (mais informações aqui).

O Instituto de Pesquisas Filológicas tem por objetivo preservar e valorizar o cultivo das Humanidades na UNAM (Universidad Nacional Autónoma de México), por meio do desenvolvimento de pesquisas especializadas em línguas nacionais e línguas clássicas (grego e latim), hispânicas e indígenas, cuja função constitui na essência da cultura mexicana, desde uma perspectiva filológica em sentido amplo, assim como incluindo na sua proposta o estudo de outras tradições como o hebraico, o árabe e o sânscrito, a teoria e a crítica literária. Saiba mais sobre o instituto (clique aqui).

Plinio Martins Filho e Ulisses Capozzoli durante sessão de autógrafos da obra Plinio Martins Filho, Editor de Seu Tempo

PLINIO MARTINS FILHO

Plinio Martins Filho – Mestre e doutor em Editoração pela ECA-USP, onde leciona, e atua no mercado editorial há cinquenta anos (Perspectiva, Edusp e Ateliê Editorial). É autor e organizador de vários livros, entre eles Edusp – Um Projeto Editorial e Manual de Editoração e Estilo, vencedor em 2017 do Prêmio Jabuti de melhor livro de Comunicação. Coordena a coleção Artes do Livro, da Ateliê Editorial, e é editor da LIVRO – Revista do Núcleo de Estudos do Livro e da Edição da USP.

Recentemente aconteceu a publicação, pela editora WMF Martins Fontes, da obra Plinio Martins Filho, Editor de Seu Tempo, de Ulisses Capozzoli, que narra a trajetória de vida e trabalho editorial de Plinio Martins Filho. No livro, Capozzoli não se limita à narrativa do biografado, mas a insere no quadro muito mais amplo da historicidade, acompanhando a trajetória e as contribuições de editores internacionais. Com rigor, Capozzoli dá conta das profundas transformações tecnológicas que impulsionariam a produção editorial, mas também das metamorfoses históricas mais amplas, quer no plano internacional, quer no nacional. A narrativa de Ulisses Capozzoli se consubstancia em deliciosa prosa poética, com momentos de inspirado lirismo. A obra está à venda no site da Martins Fontes (clique aqui).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *