Notícias

A história de Sófocles

A Ateliê Editorial e a Mnēma dão início ao projeto de publicação primorosa das tragédias completas de Sófocles, em sete volumes. Duas obras já estão em pré-venda: Ájax e As Traquínias.

Sófocles (496-406 a.C.) foi um dramaturgo grego, um dos mais importantes escritores de tragédia ao lado de Ésquilo e Eurípedes. De acordo com a Suda, uma enciclopédia do século X, Sófocles escreveu 123 peças durante sua vida, mas apenas sete sobreviveram em uma forma completa. Por quase 50 anos, Sófocles foi o mais celebrado dos dramaturgos nos concursos dramáticos de Atenas, que aconteciam durante as festas religiosas Leneana e Dionísia. Sófocles competiu em cerca de 30 concursos, venceu 24 e, talvez, nunca ficou abaixo do segundo lugar.

Filho de um rico mercador, nasceu em Colono, perto de Atenas, na época do governo de Péricles, o apogeu da cultura helênica. Seu nascimento ocorreu alguns anos antes da Batalha de Maratona. Em 490 a.C. Sófocles se tornou um homem de grande importância nos salões públicos de Atenas, bem como nos teatros. Foi escolhido para liderar o Canto de Triunfo, um canto coral a um deus, aos 16 anos, comemorando a vitória marítima decisiva dos gregos sobre os persas na Batalha de Salamina. Esta pequena informação existente sobre a vida cívica de Sófocles mostra que ele era um homem bem quisto, que participava de atividades na sociedade e mostrava habilidade artística notável. Ele também foi eleito como um dos dez estrategos, altos funcionários executivos que comandavam as forças armadas. Sófocles nasceu extremamente rico (seu pai era um rico fabricante de armas) e recebeu excelente educação ao longo de sua vida. No início de sua carreira, o político Címon pode ter sido um de seus patronos.

O primeiro triunfo artístico de Sófocles foi em 468 a.C., quando obteve o primeiro prêmio na competição de teatro Dionísia, vencendo o mestre então reinante do drama ateniense, Ésquilo. De acordo com Plutarco, a vitória veio em circunstâncias incomuns. Em vez de seguir o costume de escolher os juízes por sorteio, o arconte pediu a Címon e aos outros estrategos presentes para decidir o vencedor do concurso. Plutarco afirma ainda que Ésquilo partiu para a Sicília logo após sua derrota para Sófocles.

Sófocles trabalhou como ator, foi ordenado sacerdote de Asclépio, o deus da medicina, e eleito duas vezes para a Junta de Generais, que administrava os negócios civis e militares de Atenas. Também dirigiu o departamento do Tesouro, que controlava os fundos da Confederação de Delos. Sófocles morreu na idade de noventa ou noventa e um anos, no inverno de 406 ou 405 a.C., tendo visto durante sua vida tanto o triunfo grego nas Guerras Persas como o terrível derramamento de sangue da Guerra do Peloponeso.

ÁJAX

O mito de Ájax ganha admirável versão dramática com a tragédia homônima de Sófocles, que a Coleção Clássicos Comentados, da Ateliê Editorial, associada à editora Mnema, dá ao público, em edição bilíngue, com inspirada tradução de Jaa Torrano, acompanhada de agudos e reveladores estudos do tradutor e de Beatriz de Paoli, bem como de um útil e oportuno Glossário Mitológico de Antropônimos, Teônimos e Topônimos. (CLIQUE AQUI).

AS TRAQUÍNIAS

O episódio final da vida de Héracles é o tema de As Traquínias, segundo volume das tragédias completas de Sófocles, que a Coleção Clássicos Comentados, da Ateliê Editorial, associada à editora Mnema, tem a satisfação de oferecer para deleite do leitor sensível e exigente. (CLIQUE AQUI).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *